Ideia criada numa pequena conversa com os meus alunos, ao sabor de um amor entre 7 Luas e 7 Sóis, desaguada num desfile de amores impossíveis, paixões loucas, seduções inquietas, mergulhadas num oceano de uma língua sem fronteiras…
Terça-feira, 8 de Abril de 2008
Eça de Queirós / Ramalho Ortigão
"Há muitos anos a política em Portugal apresenta este singular estado:
Doze ou quinze homens, sempre os mesmos, alternadamente, possuem o poder, perdem o poder, reconquistam o poder, trocam o poder… O poder não sai duns certos grupos, como uma péla que quatro crianças, aos quatro cantos de uma sala, atiram umas às outras, pelo ar, numa explosão de risadas.
Quando quatro ou cinco daqueles homens estão no poder, esses homens são, segundo a opinião e os dizeres de todos os outros que lá não estão, - os corruptos, os esbanjadores da fazenda, a ruína do país, e outras injúrias pequenas, mais particularmente dirigidas aos seus carácteres e às suas famílias.
Os outros, os que não estão no poder são, segundo a sua própria opinião e os seus jornais – os verdadeiros liberais, os salvadores da causa pública, os amigos do povo, os interesses do país e a pátria.
Mas, cousa notável!
Os cinco que estão no poder, fazem tudo o que podem – intrigam, trabalham, para continuar a ser os esbanjadores da fazenda e a ruína do país, durante o maior tempo possível! E os que não estão no poder movem-se, conspiram, cansam-se para deixar de ser – o mais depressa que puderem – os verdadeiros liberais e os interesses do país!
Até que enfim caem os cinco do poder, e os outros – os verdadeiros liberais – entram triunfalmente na designação herdada de esbanjadores da fazenda e ruína do país, e os que caíram do poder, resignam-se cheios de fel e de amargura – a vir ser os verdadeiros liberais e os interesses do país!"
 
"As Farpas"


publicado por LCC às 23:36
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

António Ramos Rosa

Maria Judite de Carvalho

Manuel Alegre

José Cardoso Pires

Eça Queiroz

José Saramago

Sophia de Mello Breyner A...

José Saramago

Martz Inura

Feliz Natal

José Saramago

Almeida Garrett

Florbela Espanca

Boas férias

Alexandre O’Neill

Carlos Drummond de Andrad...

Pedro Homem de Mello

Mário de Sá Carneiro

Florbela Espanca

Fernando Pessoa

João Aguiar

Eugénia Tabosa

Irene Lisboa

José de Almada Negreiros

José Ilídio Torres

Bocage

Eça de Queirós / Ramalho ...

Florbela Espanca

Eça de Queirós

Eça de Queirós

José de Almada Negreiros

Urbano Tavares Rodrigues

Almeida Garrett

Bocage

Inês Pedrosa

Natália Correia

Eça de Queirós

José Saramago

Luís de Sttau Monteiro

Vinicíus de Moraes

Vergílio Ferreira

António Lobo Antunes

Aquilino Ribeiro

José Saramago

Rodrigo Guedes de Carvalh...

Machado de Assis

José Saramago

Vergílio Ferreira

José Carlos Ary dos Santo...

António Gedeão

mais comentados
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
últ. comentários
Donzelas do ApocalipseSem pai, sem mãe, Sem leite ...
Mais uma vez o meu obrigado pela tua visita Inês, ...
Foi com o Evangelho que fiquei presa à escrita de ...
Obrigado Inês pela tua visita e pelo teu comentári...
Mais um texto que não conhecia.Numa cadência quase...
links
tags

todas as tags